Postagem em destaque

Slow Motion Bossa Nova - Celso Fonseca & Ronaldo Bastos

Encante-se ...!

quinta-feira, 11 de abril de 2013

A invasão das urnas eleitorais...Para quem não se surpreende com novidades....

http://revistagalileu.globo.com/Revista/Common/0,,EMI326470-17770,00-HACKER+DE+ANOS+REVELA+COMO+FRAUDOU+ELEICOES+NO+RIO+DE+JANEIRO.html

Hacker de 19 anos revela como fraudou eleições no Rio de Janeiro

Ao interceptar dados transmitidos pelas urnas, hackers são capazes de modificar resultados eleitorais

por Redação Galileu
Ao que parece, o sistema de contabilização de votos através das urnas eletrônicas não é seguro. Nesta segunda-feira, dia 10 de dezembro, um Hacker de 19 anos, identificado apenas como Rangel, contou como conseguiu fraudar resultados das últimas eleições, durante um seminário chamado “A urna eletrônica é confiável?”.
Editora GloboSegundo ele, é possível modificar o resultado das eleições interceptando os votos no momento em que eles são enviados das urnas para o sistema que contabiliza os votos. Tudo isso momentos antes das urnas serem fechadas, invadindo a rede do TRE, sob responsabilidade da Oi.
De acordo com Rangel, que está sob proteção da polícia, ele atuava em companhia de outros hackers beneficiando políticos da Região dos Lagos do Rio de Janeiro, especificamente o deputado Paulo Melo (PMDB), atual presidente da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro.
O assunto deve ser transformado em um livro e em um documentário, mas até agora não foram informadas ações legais em relação às fraudes reportadas.
 Via ViOMundo
Leia Mais

Ranking do Futebol Mundial // Fifa

http://pt.fifa.com/
Atualizado em 11 Abr 2013
Próximo Release 09 Mai 2013
Abr 2013
Rank.EquipePts+/- Pos
1 Espanha15380Igual
2 Alemanha14280Igual
3 Argentina12920Igual
4 Croácia11915Cima
5 Portugal11632Cima
6 Colômbia11540Igual
7 Inglaterra1135-3Abaixo
8 Itália1117-3Abaixo
9 Holanda1093-1Abaixo
10 Equador10561Cima
11 Rússia1052-1Abaixo
12 Costa do Marfim10081Cima
13 Grécia986-1Abaixo
14 México9711Cima
15 Suíça967-1Abaixo
16 Bélgica9533Cima
17 Uruguai932-1Abaixo
18 França914-1Abaixo
19 Brasil909-1Abaixo
20 Dinamarca9005Cima
21 Bósnia e Herzegovina8962Cima
22 Gana874-2Abaixo
23 Chile870-1Abaixo
24 Suécia838-3Abaixo
25 República Tcheca8292Cima
26 Mali826-2Abaixo
27 Montenegro7891Cima
28 EUA7795Cima
29 Japão773-3Abaixo
30 Noruega760-1Abaixo

Um comício de fazer inveja a oposição política brasileira foi filmado em Caracas, Venezuela

http://veja.abril.com.br/blog/augusto-nunes/direto-ao-ponto/no-comicio-que-encerrou-a-campanha-de-capriles-a-resistencia-democratica-venezuelana-deu-uma-licao-aos-partidos-oposicionistas-brasileiros/
09/04/2013
 às 20:43 \ Direto ao Ponto

O comício de encerramento da campanha de Capriles foi uma lição da resistência democrática venezuelana aos partidos oposicionistas brasileiros

Em matéria de presidente da República, a Venezuela empata com o Brasil. Nicolás Maduro, o motorista de ônibus que virou piloto de país, confunde eleição presidencial com briga de trânsito, qualifica o adversário de “maricón” e jura que Hugo Chávez ressuscitou disfarçado de passarinho. Dilma Rousseff não diz coisa com coisa, é incapaz de produzir uma frase com começo, meio e fim, esquece à noite a promessa que fez de manhã e tornou-se uma prova ambulante de que o Brasil sobrevive até a governantes com um neurônio só.
Em matéria de presidente-adjunto e eleitorado, o empate se repete. No momento, Lula se faz de morto para escapar do caso Rose e governar na clandestinidade. Chávez se faz de vivo (fingindo que dorme no caixão transparente ou voando com a leveza de um colibri) para garantir a vitória de Maduro e tornar-se no primeiro presidente com gabinete no Além. Nos dois países, a eleição é decidida pela imensidão de desvalidos que se acham felizes por não saberem o que é isso. Gente que imagina que viver é não morrer de fome retribui com votos os donativos dos gigolôs da miséria.
Em matéria de oposição, a Venezuela está ganhando com folga ─ e, se mantiver a estratégia que resultou nas imagens do vídeo acima, talvez acabe impondo uma goleada ao Brasil. O PSDB troca socos e pontapés com tucanos, o PPS flerta com o PSB de Eduardo Campos, o DEM ainda não descobriu quem é. No reino dos chavistas, os adversários do chavismo e recuperaram a sensatez  e reaprenderam a unir-se no combate ao inimigo comum . Por aqui, a oposição oficial não se junta nem em festinhas de batizado. E há mais de dez anos não dá as caras nas ruas.
No comício de encerramento da campanha de Henrique Capriles, principal adversário de Maduro, foi reencenado em Caracas o espetáculo da multidão disposta a barrar nas urnas o avanço dos  pastores do primitivismo. Uma vitória e tanto. Seja qual for o resultado da eleição, a resistência democrática venezuelana mostrou-se extraordinariamente maior, mais musculosa e mais lúcida do que os arrogantes herdeiros de Chávez. Vejam o vídeo. A Venezuela garroteada por um bolívar-de-hospício, quem diria, pode livrar-se do tempo das cavernas bem mais cedo que o Brasil.